Já falamos sobre vantagens e desvantagens de se trabalhar remotamente para uma empresa do exterior. Então, se você não leu o artigo em questão, clique aqui.

Agora digamos que você já está inteirado sobre o que é bom e o que é ruim e decidiu se candidatar para um trabalho remoto em uma empresa do exterior. Você provavelmente está se perguntando:

Ok, mas o que preciso ter ou saber?

 

Vamos lá:

 

Conta PJ

Está certo que dá pra ser como pessoa física mesmo, mas a quantidade e o valor dos impostos nessa modalidade costumam ser elevados. Normalmente, vale mais a pena abrir um CNPJ.

Invoice

Invoice é um documento, é tipo a nota fiscal aqui do Brasil. Você precisa aprender a gerar o Invoice porque é obrigatório para transações comerciais internacionais com valores acima de US$ 3 mil.

Câmbio

Você também vai precisar aprender a converter para a moeda brasileira, o Real. Esse processo não costuma ser complexo, principalmente porque dá pra fazer com a ajuda de bancos e fintechs.

Nota fiscal

Gerou o Invoice e achou que estava pronto, né? Não! Gerar a nota fiscal é necessário porque ela serve para fins de tributação, não de faturamento.

Impostos

Os mais comuns são IOF e imposto de renda. Nessa parte, buscar a orientação de um contador é importante.

Pronto! Sabendo desses cinco pontos, você conseguirá trabalhar remotamente para uma empresa no exterior.